Volte ao SPIN

SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

17:39:38 - 20/01/2009
por Brasigois Felicio
Águas claras de Caldas me acalmam/distendem nervos retesados/aplacam nervos de aço/Murmúrios de águas/são como algas/são o respiro/e o sangue da terra/Se as águas de Caldas esfriassem/seria um Deus nos acuda!?/Um salve-se quem puder/Sem desprezar as que são frias/e igualmente necessárias à vida/ Que as águas de Caldas jamais esfriem/Assim muitos serão abençoados/pelo calor essencial/e a canção silenciosa/que vem de seu murmúrio/amoroso e cantante/". P.S. Poetariado em geral: estou esquentando as partes nas águas de Caldas. Não me invejem, venham também para cá!

Fonte:
http://www.revistabula.com/comentarios/edicao210

Nenhum comentário: